PROAC
COFCO
Prefeitura de Catanduva
Governo de SP

Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Prefeitura de Catanduva e COFCO International apresentam

Abrir Menu
Festival
10 dias de espetáculos e atividades gratuitas
30 de março a 08 de abril

Cadastre seu e-mail e receba todas as informações e novidades sobre o Festival de Música em Catanduva.

SOBRE
O Projeto

O Festival de Música em Catanduva é o primeiro festival de música clássica realizado na cidade. O evento promove a divulgação da música erudita em suas diferentes formas, auxilia na qualidade e valorização da cultural do município, além de estimular o interesse da população, trazendo atividades gratuitas para todas as classes sociais.

A Realização

“Em um lugar onde não há atividades culturais a violência vira espetáculo”
Anônimo: Frase pichada em um muro na cidade de São Paulo.

 

O Projeto Festival de Música em Catanduva, realizado através do ProAC/ICMS do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Cultura, patrocínio da COFCO International e apoio de Gui Rovoltini e Reisper Palace Hotel, atingiu plenamente seus objetivos ao propiciar oficinas com atividades pedagógicas que visaram à construção e ao aprimoramento do conhecimento musical, intelectual e técnico de músicos e do próprio público nelas envolvidos.

Utilizando-se de temas específicos, as oficinas foram realizadas através de atividades pedagógicas como ensaios e master-class, na Estação Cultura, enquanto palestras, apresentações musicais e concertos de orquestras e grupos instrumentais diversos, ocorreram no Auditório do Centro Cultural, Garden Shopping Catanduva e na Praça da República, além de concertos didáticos em outras cidades da região, como Tabapuã, São José do Rio Preto e Potirendaba.

As atividades do projeto mobilizaram um público aprendiz de diferentes níveis de formação musical e até iniciantes e reascendeu a chama musical que referenciava Catanduva em toda região, o que nos permitiu constatar a necessidade imperiosa de criar alternativas para estabelecer em nosso município uma ação contínua de formação e especialização musical de jovens através de um esforço coletivo da classe artística local com o poder público municipal e o setor privado.

Nunca é demais ressaltar que a cidade conta com toda estrutura necessária para assumir as ações que julgamos necessárias, desde espaços físicos até equipamentos, entre eles os instrumentos musicais que estão em bom estado de conservação e condições de uso, sendo, inclusive, utilizados nas ações do presente projeto.

As atividades do Projeto Festival de Música em Catanduva foram essenciais na contribuição para a formação do público e de músicos, sobretudo aqueles envolvidos com a prática musical em grupo que puderam usufruir durante uma semana dos ensinamentos enriquecedores de profissionais de reconhecidos méritos que ministraram as oficinas.

O público presente aos concertos e apresentações teve oportunidade de assistir performances musicais de orquestras, bandas e grupos instrumentais de Catanduva e região em uma programação rica e diferenciada, a começar pelo concerto de abertura com a Orquestra Homero Barreto, de Ribeirão Preto, que trouxe ao Festival um repertório com obras de Villa-Lobos, Vivaldi, Tom Jobim, Radamés Gnatalli e Pixinguinha, executadas pelos instrumentos de cordas além de flauta e bandolim.

O Festival prestou ainda homenagem aos 100 anos de nascimento do músico brasileiro Jacob do Bandolim e aos 120 anos de Pixinguinha através da palestra “Vibrações” do músico Tiago Santos, bem como abriu espaço à cultura popular mostrando ao público a junção da rusticidade da rabeca, executada por Jeziel Paiva, com os instrumentos sofisticados da Orquestra Saulo Schneck, de São José do Rio Preto, rompendo assim as barreiras que separam a cultura acadêmica da cultura popular, levando a academia para dentro do sertão e trazendo o sertão para dentro da academia.

O Festival abriu as portas para a música de cinema e ofereceu ao público uma rica apresentação do Quinteto de Cordas, formado pelos professores ministrantes das oficinas apresentando um concerto interpondo música ao vivo com projeções cinematográficas, mostrando a história da Sétima Arte guiada pela evolução musical e tecnológica. Formado há 23 anos o Quarteto de Cordas de Ribeirão Preto realizou uma palestra/concerto no Festival de Música em Catanduva intitulada “Era uma vez a música”. O público presente pode conhecer a história da música desde a Pré História até os tempos atuais.

Também participou da programação artística do Festival o grupo Fratres Cello Ensemble, formado por alunos de violoncelo da USP-Ribeirão Preto que executou obras de Vivaldi, Villa-Lobos, Beatles, entre outros. As oficinas do Festival foram encerradas com uma apresentação pública mostrando os resultados alcançados durante sua realização. Grupos de cordas, sopros e percussão, formados por alunos e professores se apresentaram no auditório do Centro Cultural.

Na oportunidade foi executada obra composta pelo Professor Luiz Fernando Teixeira Junior em homenagem ao Festival.

Em sua reta final, o Festival promoveu apresentações e concertos em praça pública mobilizando um público significativo e oferecendo uma variada programação que teve início com o grupo Mr. Maze & Rockgrass, passando pela Banda Sinfônica de Bauru e culminando com o concerto da Orquestra Sinfônica Jovem de Lins, marcando assim seu encerramento.

O Festival de Música se constituiu em um marco na vida cultural de Catanduva e região, pois, além de apresentar uma programação artística de excelência, com oficinas, concertos e palestras, mobilizou músicos iniciantes e em formação de toda região fazendo descortinar um mapa da verdadeira realidade musical do oeste paulista, oferecendo subsídios e ferramentas para a construção de uma ação cultural contínua, focada na formação musical e humana de crianças e adolescentes, herdando as experiências e realizações do nosso passado que servirão de estímulo para que no presente “Sob o sol escaldante dos trópicos”, este pioneiro Festival possa nessa “terra crua que não prometia um futuro de tanto esplendor” plantar as sementes que garantirão o amanhã solidário, fraterno e musical.

 

Jeziel Paiva
Diretor Musical e Artístico do Festival de Música em Catanduva

ARTISTAS
FICHA TÉCNICA
Coordenador Geral João Paulo Moura Martin
Diretor Artístico e Musical Jeziel Paiva
COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA Nathalia Pasqualatto
ASSESSORIA DE IMPRENSA Helen Ventura
PROJETO GRÁFICO Agência Galgo
FOTÓGRAFO Guilherme Rovoltini
PROGRAMAÇÃO
30/03
1° dia

Concerto de Abertura com Orquestra Homero Barreto

Horário: 20h30

Local: Auditório do Centro Cultural, Av. São Domingos, 880

31/03
2° dia

Metropolis Combo Jazz

Horário: 10h

Local: Praça da República

Palestra – “Vibrações” 100 anos de Jacob do Bandolim com Tiago Santos

Horário: 15h

Local: Auditório do Centro Cultural, Av. São Domingos, 880

Concerto - “PAISAGEM DE INTERIOR” Jeziel Paiva e Orquestra Saulo Schneck

Horário: 20h30

Local: Auditório do Centro Cultural, Av. São Domingos, 880

01/04
3° dia

CONCERTO - “Nas Trilhas do Cinema” Quinteto de Cordas de Ribeirão Preto

Horário: 10h

Local: Auditório do Centro Cultural, Av. São Domingos, 880

Diogo Agency Music - ViolinElectro

Horário: 16h

Local: Garden Shopping Catanduva

02 a 06/04
4° ao 8° dia

Oficinas de Capacitação

Horário: 19h às 22h30

Local: Estação Cultura

  • Violino
  • Viola Erudita
  • Violoncelo
  • Contrabaixo
  • Flauta
  • Clarinete
  • Saxofone
  • Trompa
  • Trompete
  • Trombone
  • Tuba
  • Percussão de Orquestra
07/04
9° dia

Apresentação dos resultados das Oficinas

Horário: 10h

Local: Auditório do Centro Cultural, Av. São Domingos, 880

Palestra - “Era uma Vez a Música” Quarteto de Cordas

Horário: 15h

Local: Auditório do Centro Cultural, Av. São Domingos, 880

Mr Maze & Rockgrass

Horário: 20h30

Local: Praça da República

08/04
10° dia

Fratres Cello Ensemble

Horário: 10h

Local: Auditório do Centro Cultural, Av. São Domingos, 880

Concerto com a Banda Sinfônica Municipal de Bauru

Horário: 16h

Local: Praça da República

Concerto de encerramento com a Orquestra Sinfônica Jovem de Lins - OSJL

Horário: 20h30

Local: Praça da República

Preencha os dados abaixo e reserve sua entrada

30/03
1° dia
31/03
2° dia
01/04
3° dia
07/04
9° dia
08/04
10° dia
Informações:
• Para validar a reserva, é necessário chegar 30 minutos antes da apresentação.
• Os assentos livres serão liberados 20 minutos antes da apresentação.